Landrover

Landrover

Guias Land Rover

Proprietários

GUIA LAND ROVER DE CONDUÇÃO FORA DE ESTRADA

Nas florestas tropicais, desertos e outros locais onde nenhum outro veículo convencional conseguiria chegar, poderá encontrar veículos todo o terreno. O momento em que se aventura fora de estrada é o momento em que se apercebe do incrível potencial do seu Land Rover. Este guia foi concebido para assegurar que poderá tirar o máximo partido das suas aventuras fora de estrada.

Conhecer o seu veículo por dentro e por fora

- Antes de se aventurar fora de estrada, é importante certificar-se que tem uma boa imagem mental da zona inferior do seu veículo.
- Verifique a posição de componentes frágeis como o depósito de combustível, o cárter do motor, diferenciais e caixa de velocidades – para que reduza a probabilidade destes baterem em pedras, raízes de árvores e outros obstáculos.
- Verifique o porta-bagagens do tejadilho e tenha-o em consideração na condução sob ramos de árvores baixos.
- Leia o Manual do Proprietário para conhecer o objectivo de todas as tecnologias e características do veículo.

Dicas para condução fora de estrada

- Desde que seja seguro, efectue o reconhecimento do piso, caminhando sobre este antes de o percorrer com o veículo.
- Antes de subir um declive, certifique-se que sabe o que existe após o cume.
- Efectue sempre um reconhecimento do seu obstáculo de água com botas de borracha e uma vara para verificar a existência de lodo, lama e piso instável. É melhor molhar os pés do que ficar com o veículo imobilizado. 
- Nunca conduza com os polegares na zona interior do volante, dado que qualquer reacção no volante às irregularidades do piso poderá resultar em polegares deslocados ou partidos.

As Regras de Ouro da condução fora de estrada

- Conduza tão lentamente quanto possível e tão velozmente quanto necessário.
- Conheça as dimensões do seu veículo – altura, peso, largura, comprimento, ângulos de ataque, saída e rampa e altura ao solo.
- Aprenda os sinais visuais de comunicação (marshalling).
- Evite efectuar passagens de caixa em pisos difíceis.
- Efectue sempre o máximo reconhecimento possível do terreno. Caso seja seguro, faça o percurso do obstáculo a pé antes de conduzir o seu veículo.
- Tenha um cuidado especial na condução sobre piso solto ou molhado devido à redução dos níveis de aderência.
- Esteja preparado para admitir derrota. Volte atrás e tente novamente, ou tente um percurso alternativo. 
- Evite sempre a patinagem excessiva de rodas, mas especialmente em piso macio onde o veículo pode facilmente perder impulso e provocar ainda mais danos no meio ambiente.
- Utilize o pedal do acelerador com suavidade.
- Mantenha sempre ambas as mãos no volante, mesmo em marcha-atrás.
- Informe sempre alguém sobre o seu destino, o percurso que planeia utilizar e quando prevê regressar.

Kit essencial para condução fora de estrada

O kit essencial para condução fora de estrada

Para qualquer aventura fora de estrada, é essencial conhecer o seu veículo por dentro e por fora (ver Panorâmica) e carregar os itens essenciais no seu Land Rover antes de partir.

Lista:

- Cabo de reboque  
- Pá
- Rádio para comunicação entre veículos
- Vestuário adequado ao clima e às condições
- Calçado apropriado
- Mapas e navegação GPS  
- Comida e água 
- Combustível adicional
 
Técnicas de condução

Básicas

- Para uma condução eficaz em piso irregular é necessário um nível elevado de suavidade. 
- Certifique-se que o acelerador é aplicado com suavidade e libertado lentamente. Esta acção evita que os pneus percam tracção em aceleração ou desaceleração.
- Controle a direcção de forma precisa e utilize os travões apenas o mínimo indispensável.
- O condutor controla sempre o veículo, o veículo nunca deverá controlar o condutor.

Como superar obstáculos

- Antes de conduzir o seu veículo, efectue o reconhecimento do percurso a pé.
- Aborde as vertentes na perpendicular.
- Aproxime-se de um tronco, degrau de rocha ou vala na diagonal para que fiquem sempre três rodas em contacto com o solo.
- Para condução em piso rochoso, certifique-se que os pneus se encontram à pressão normal de condução em estrada.
- Posicione o seu veículo dentro de trilhos com sulcos profundos. Desta forma, conseguirá manter o veículo nivelado, reduzindo o impacto ambiental.

Como voltar à estrada

- Desengrene o bloqueio do diferencial, se engrenado.
- Pare o veículo e verifique se existem pequenos danos.
- Verifique se existem cortes nos pneus, incluindo as paredes laterais.
- Verifique se existem danos na carroçaria que possam danificar os pneus.
- Verifique se existem detritos alojados na zona inferior do veículo ou nos pneus.
- Certifique-se que as luzes, janelas e espelhos estão limpos.
- Certifique-se que a matrícula está limpa.
- Certifique-se que todo o equipamento está fixo de forma segura.

Quando trilhos profundos controlam a direcção

Ao conduzir em trilhos muito profundos, tenha especial cuidado se os trilhos tiverem sido escavados em piso muito escorregadio. Efectivamente, poderá não se aperceber que as rodas não estão viradas para a frente até dispor de mais tracção e o veículo guinar inesperadamente para o lado. (Os veículos como o Range Rover, Range Rover Sport e o Discovery 4 dispõem de um indicador da direcção das rodas para auxiliar o condutor neste tipo de situações).

A menos que se encontre a efectuar uma descida, a melhor forma de evitar "bloquear" as rodas em sulcos profundos é reduzir ocasionalmente a força no volante, mantendo alguma pressão com as palmas das mãos. Esta acção permitirá às rodas voltar à posição central. Os pneus poderão não conseguir "agarrar" as paredes escorregadias do trilho e poderá não conseguir virar o volante para a esquerda ou direita

Seleccionar a melhor relação de transmissão

REGRAS PARA SELECCIONAR A MELHOR RELAÇÃO DE TRANSMISSÃO

Condições

Relação de transmissão

Piso rochoso.

Gama baixa 1ª velocidade.


Piso macio.

Gama baixa 2ª ou 3ª velocidade.


Gelo e neve.

A relação mais alta possível para as condições.


Subida de declives.

Efectuar a subida na relação mais alta possível.

Descida de declives.

Gama baixa 1ª velocidade.

Passagem a Vau. 

Gama baixa 2ª velocidade.
Caminhos de areia.

Tente 3ª, 4ª ou 5ª em gama baixa.

 

Lama e areia

O Range Rover, o Discovery 4 e o Range Rover Sport incorporam o sistema exclusivo Terrain Response®, que pode ser configurado para diversas condições de condução: pedras/marcha lenta, lama e trilhos, areia, relva/gravilha/neve ou estrada.

O sistema Terrain Response® é um sistema inovador que deverá ser utilizado em conjunto com técnicas proactivas de condução. Abaixo encontram-se algumas dicas adicionais para condução fora de estrada em lama e areia.

Básicas:

- Utilize o impulso do veículo para condução sobre areia ou lama profunda.
- Não seleccione a uma relação de transmissão que seja demasiado baixa em lama porque irá provocar a patinagem das rodas mais facilmente.
- No entanto, em areia, uma relação de transmissão mais baixa é normalmente melhor.
- Se as condições da lama obrigarem à condução em trilhos, certifique-se que sabe sempre qual a direcção das suas rodas dianteiras.
- Os pneus conseguem afundar-se na lama para encontrar tracção em piso mais firme por baixo.
- A areia encontra-se mais firme de manhã.
- Se tiver que parar o veículo numa tempestade de areia, posicione a traseira do veículo na direcção do vento e desligue o motor.
- Siga as indicações da Land Rover quanto à pressão de pneus.
- No entanto, quando a areia é macia e contém pedras, uma pressão reduzida funciona melhor.
- Quando as rodas começam a patinar, alivie a pressão no pedal do acelerador para reduzir a velocidade dos pneus e recuperar a tracção.

Lembre-se: Antes de sair para a sua aventura, certifique-se sempre que os seus passageiros dispõem de vestuário adequado ao clima.

Areia: Os detalhes mais ínfimos

- A geologia do deserto. A areia cobre apenas cerca de 20 por cento dos desertos da Terra. A maioria da areia encontra-se em camadas e mares de areia – vastas regiões de dunas ondulantes, como ondas do oceano "congeladas" no tempo.
- Praias. Piso normalmente suficientemente firme para suportar um veículo entre a marca de maré alta e até 4 metros do mar. Atenção à subida da maré.
- Areia húmida. Areia de deserto húmida após ter chovido pode tornar a condução mais fácil. Frequentemente, as flores que nascem durante a noite contribuem para a consolidação da areia.
- Areia firme. Extensões de deserto onde pode conduzir em gama alta.
- Areia seca. Uma crosta à superfície que é mais resistente no fresco da manhã.
- Areia molhada. Mantenha o seu veículo fora deste tipo de piso. Pode conter zonas de areia "flutuante" ou areias movediças.
- Dunas de areia. Evite subir dunas, é preferível contorná-las.

Neve

O Range Rover, o Discovery 4 e o Range Rover Sport incorporam o sistema exclusivo Terrain Response®, que pode ser configurado para diversas condições de condução: pedras/marcha lenta, lama e trilhos, areia, relva/gravilha/neve ou estrada.

O sistema Terrain Response® é um sistema inovador que deverá ser utilizado em conjunto com técnicas proactivas de condução. Abaixo encontram-se algumas dicas adicionais para condução fora de estrada em neve.

Antes de conduzir em neve:

- Verifique quais as correntes de neve recomendadas pela Land Rover e se podem ser aplicadas com segurança nos pneus instalados no seu veículo.
- Inspeccione regularmente os pneus para assegurar que as correntes estão esticadas.
- Pratique a instalação das correntes para a neve antes de necessitar efectivamente delas, preferencialmente num dia soalheiro.

Lembre-se: Antes de sair para a sua aventura, certifique-se sempre que os seus passageiros dispõem de vestuário adequado ao clima.

Regras básicas de condução na neve:

- Utilize o impulso do veículo para conduzir através de neve profunda.
- Não seleccione uma relação de transmissão que seja demasiado baixa em neve porque provocará a patinagem das rodas mais facilmente.
- Siga as indicações da Land Rover quanto à pressão de pneus.
- Quando as rodas começam a patinar, alivie a pressão no pedal do acelerador para reduzir a velocidade dos pneus e recuperar a tracção.
- Seleccione a relação de transmissão mais elevada possível para as condições.

Declives

Como subir declives

- Sempre que possível efectue um reconhecimento da zona a pé. Saiba sempre o que se encontra no outro lado do cume.
- Active o Controlo de Descida de Declives (HDC), se disponível.
- Suba o declive na relação de transmissão mais elevada possível, na qual o veículo irá ‘puxar’ confortavelmente. Se a relação seleccionada for demasiado baixa, as rodas irão patinar. Se for demasiado elevada, não terá potência suficiente para subir o declive.
- Aborde o declive sempre na perpendicular, e não na diagonal, para evitar o capotamento do seu veículo.
- Nunca tente virar o veículo num declive íngreme.
- Prepare-se para a eventualidade de não conseguir subir na primeira tentativa. Acontece aos melhores condutores. Determine um percurso de fuga e saiba onde se encontram todos os obstáculos.

Como descer declives

- Pare à distância de um veículo antes do início da descida, para que tenha tempo de efectuar quaisquer correcções.
- Poderá também sair do seu veículo e efectuar um reconhecimento do percurso a pé.
- Active o Controlo de Descida de Declives (HDC), se disponível.
- Como regra geral, utilize a 1ª velocidade ou ‘1’ na caixa automática e utilize os travões apenas quando estritamente necessário.
- Siga a linha natural de descida; o percurso que um curso de água seguiria para descer o declive. 
- Nunca deixe que o veículo desça um declive com a caixa de velocidades em ponto morto ou com o pedal da embraiagem premido.
- Nunca vire o veículo num declive íngreme. Poderá começar a deslizar lateralmente.
- Se necessitar de parar durante a descida, necessita de colocar a seguinte questão: é seguro?

Travessia de cursos de água

Condução fora de estrada em água

Dicas para a travessia de cursos de água

- Sempre que possível, atravesse um curso de água num vau.
- Desde que seja seguro, efectue o percurso na água a pé antes de o tentar num veículo. Utilize uma vara para determinar a profundidade e identificar piso pouco firme.
- Não atravesse cursos de água profundos e rápidos.
- Em locais profundos crie uma pequena onda de proa cerca de um metro à frente do pára-choques dianteiro.
- Não faça ponto de embraiagem, dado que reduz o controlo sobre o veículo.
- Quando se aproximar da outra margem, alivie a pressão no pedal do acelerador.
- Se existir um declive pronunciado, consulte o nosso guia de subida e descida de declives (ver Declives).

Como criar a onda de proa perfeita

- Acelere ao entrar na água até se formar uma onda de proa.
- Tente manter a onda cerca de um metro à frente do pára-choques dianteiro para manter a água longe dos sistemas electrónicos dos ventiladores.
- Seleccione uma velocidade que mantenha a onda a fluir à frente do pára-choques.
- Recorde-se, o objectivo é criar uma onda suave, não uma onda de surf!

Jaguar Land Rover Limited: Registered Office: Abbey Road, Whitley, Coventry CV3 4LF Registered in England No: 1672070